Atendimento 24hs

 
Home Manual de Internação Normas de Convivência

    
A SEGUIR, AS NORMAS DE CONVIVÊNCIA NA INSTITUIÇÃO:
 
I - APARELHO DE SOM
II - JOGOS DE AZAR
III – ÓCULOS DE SOL
IV - TELEFONE FIXO E CELULAR
V- CIGARROS
VI – DROGAS
VII - BEBIDAS ALCOÓLICAS
VIII- MEDICAMENTOS EXTRAS
IX - PISCINA
X - REFEIÇÕES
XI - DEPENDÊNCIAS INTERNAS DA INSTITUIÇÃO
XII - VISITAS
XIII - OBJETOS DE VALOR
XIV - INSPEÇÕES
XV - SAÍDAS TERAPÊUTICAS E LICENÇAS MÉDICAS

XVI - EXAMES CLÍNICOS E TOXICOLÓGICOS
XVII - ROUPAS DE CAMA E BANHO
XVIII- ROUPAS PESSOAIS
XIX - MATERIAL DE HIGIENE PESSOAL
XX - RELACIONAMENTO AFETIVO E SEXUAL (NAMOROS)
XXI - ATIVIDADES TERAPÊUTICAS
XXII - PARTICIPAÇÃO DOS FAMILIARES
XXIII - VIOLÊNCIA



I - APARELHO DE SOM

Aparelhos de som, tipo walkman, MP3, M4 e similares, poderão ser trazidos desde que não contenham gravador. Ficarão sob responsabilidade total do hóspede. Em caso de perda ou desaparecimento, o hóspede será o único responsável. 

II - JOGOS DE AZAR

É expressamente proibido qualquer tipo de jogo de azar nas dependências da instituição, sem exceção.

III – ÓCULOS DE SOL

É vetado o uso de óculos de sol na área da instituição.

IV - TELEFONE FIXO E CELULAR

Só será permitida a utilização de telefone fixo na instituição, aparelhos celulares, rádios e similares estão expressamente proibidos. Apenas aos domingos será permitido o uso de telefone, nos horários discriminados a seguir: 9h às 17h. Todas as chamadas telefônicas serão feitas a cobrar. Inicialmente só serão permitidos telefonemas para familiares. Porém, nos feriados os hóspedes estarão autorizados a receber chamadas telefônicas de seus parentes. 

V- CIGARROS

É autorizado o uso de cigarros comuns (tabaco) que ficarão sob os cuidados dos hóspedes lúcidos. Os demais hóspedes, que são fumantes, terão seus cigarros sob a guarda da administração central da instituição, sendo entregues diariamente no período de 6h as 16h. A instituição não fornece cigarros. Não é permitido o uso de charutos, fumo de rolo, cigarros de fumo em pacotes de papel comum ou palha nem chimarrão. O uso de cigarros tipo “Bali” e similares também é vetado. Só será permitido fumar em locais abertos e ambientes ao ar livre.  

VI – DROGAS

É proibido o uso e o porte de quaisquer tipos de drogas na instituição exceto tabaco. Não há exceção.

VII - BEBIDAS ALCOÓLICAS

É vetado o uso de todo e qualquer tipo de bebida alcoólica nas dependências da instituição, sem exceção.

VIII- MEDICAMENTOS EXTRAS

Só será permitido o uso de medicamentos sob prescrição médica.

IX - PISCINA

Apenas os hóspedes poderão utilizar a piscina após inspeção clínica e dermatológica. É obrigatório o uso de roupa de banho adequada. 

X – REFEIÇÕES

Todos os hóspedes devem realizar suas refeições adequadamente vestidos. Não é permitido ficar sem camisa nem com roupas de banho no refeitório. A seguir, os horários das refeições.

Café da Manhã: de 8h as 8h30

Almoço: de 12h as 13h

Lanche: de 15h as 15h30     

Jantar: de 18h as 18h30

Lanche da Noite: 21h (servido nas casas de enfermagem)

XI - DEPENDÊNCIAS INTERNAS DA INSTITUIÇÃO

Está vetada a entrada ou visita de familiares, parentes, amigos e não-funcionários da instituição nas áreas da cozinha, da administração central e dos consultórios exceto se houver autorização prévia.

XII – VISITAS

As visitas autorizadas deverão ser realizadas aos sábados, domingos e feriados, das 9h as 11h30. Já de segunda à sexta-feira o período para visitas é de 14h as 17h.

XIII - OBJETOS DE VALOR

Não é permitido aos hóspedes permanecerem com dinheiro, jóias, talões de cheques, documentos pessoais, que deverão ser entregues na administração na chegada à instituição. O hóspede está terminantemente proibido a assinar cheques, procurações e documentos enquanto estiver sob os cuidados da instituição. Os casos excepcionais serão analisados pelas equipes médica e técnica. 

XIV - INSPEÇÕES

É reservado à administração da instituição sem prévio aviso, inclusive nos alojamentos dos hóspedes.

XV - SAÍDAS TERAPÊUTICAS E LICENÇAS MÉDICAS

As saídas dos hóspedes nos finais de semana, quando autorizadas, destinam-se ao convívio familiar. É de responsabilidade da família o transporte dos hóspedes tanto na saída como no retorno do mesmo à instituição, assim como o cumprimento dos horários e dias pré-estabelecidos para a licença médica. É de responsabilidade da família o transporte do hóspede tanto na saída como no retorno do mesmo à instituição, assim como o cumprimento dos horários e dias pré-estabelecidos para a licença. No entanto, os hóspedes que participam do programa relativo à dependência química não terão direito à licença, salvo casos especiais, que serão avaliados pela equipe técnico-administrativa.

XVI - EXAMES CLÍNICOS E TOXICOLÓGICOS

É reservada à administração da instituição realizar exames clínicos e laboratoriais sem prévio aviso. Os custos correspondentes aos exames clínicos e laboratoriais serão custeados pelo responsável pela internação do referido hóspede. 

XVII - ROUPAS DE CAMA E BANHO

Serão trocadas com freqüência, em dias e horários estabelecidos pela administração ou sempre que se fizer necessário. Não é permitido o uso de roupas de cama trazidas de casa. Os cuidados com as roupas de cama são sempre responsabilidade da instituição.

XVIII- ROUPAS PESSOAIS

No momento da internação, o responsável pelo hóspede deve trazer a relação por escrito (uma lista detalhada) de todos os pertences daquele (a) que ficará na instituição. Roga-se identificar com o nome do hóspede as peças de uso pessoal. O ideal é escolher roupas mais antigas, bermudas e moletons, além de chinelos, pois a instituição funciona como uma cháca A direção informa ainda que as roupas pessoais de cada hóspede deverão ser lavadas e passadas na casa de cada um deles. Cada hóspede receberá semanalmente um saco plástico para colocar suas roupas e toalhas (de banho e rosto) usadas, que serão entregues aos familiares, para troca por peças limpas.   

XIX - MATERIAL DE HIGIENE PESSOAL

Assim como a relação referente às roupas pessoais, o hóspede deve chegar à instituição com uma lista relativa ao material de higiene pessoal. O ideal é que traga escova de dente, creme dental, sabonetes, fio dental e no caso das mulheres, absorventes externos. Não serão aceitos absorventes íntimos.

XX - RELACIONAMENTO AFETIVO E SEXUAL (NAMOROS)

Não é permitido manter relações amorosas, de namoro ou sexuais nas dependências da instituição.

XXI - ATIVIDADES TERAPÊUTICAS

É obrigatória a participação em todas as atividades e respeito aos horários pré-definidos, pela direção da instituição, seguindo um cronograma terapêutico. As atividades incluem passeios ecológicos (a pé), natação, musicoterapia e trabalhos manuais. 

XXII - PARTICIPAÇÃO DOS FAMILIARES

É obrigatória a participação dos familiares no programa terapêutico. O programa obedece a um cronograma que ocorre aos sábados e domingos a partir das 15h.

XXIII - VIOLÊNCIA

São proibidas quaisquer formas de violência física, verbal e moral. Atos desta ordem deverão ser encaminhados à direção da instituição sob pena de alta médica para o hóspede.

Convênios

Visitantes

Desenvolvimento, Hospedagem e Manutenção por IBS Tecnologia Web .'.