Atendimento 24hs

 
Home Remoção

Remoção

A remoção é feita por profissionais qualificados e com experiência que traz tranquilidade nesse primeiro passo em busca de uma vida melhor para o paciente e sua família.

Consulte nossa equipe, iremos orientá-los nessa fase de decisões e atitudes difíceis.

De imediato nossa equipe irá gerar um plano estratégico para atender as necessidades do paciente e família.

Somos especialistas em transporte de pacientes em estados alterados de consciência por motivos de dependência química de álcool e drogas ou transtornos mentais.

Nossa equipe é preparada para remoções em todo o território nacional de pacientes voluntários e involuntários. Atuando de maneira discreta e de acordo com as necessidades da família e responsáveis pelo paciente.

RESGATE INVOLUNTÁRIO:

Quando uma pessoa abusa do álcool ou de outras drogas, o seu processo decisório está comprometido, ou seja, seu livre-arbítrio não existe, pois uma falta de motivação está relacionada à intoxicação. Ela interfere diretamente em sua condição emocional e psíquica para decidir sobre o uso. O indivíduo pode inúmeras vezes, dizer que não quer mais usar as drogas, e fazê-lo dentro de poucos minutos, pode prometer à família diversas vezes que vai parar de usar e decepcioná-la no dia seguinte. A sua crise de abstinência é a responsável por tudo isso. Ele não consegue passar por ela, precisar usar. Sua vontade de parar não tem vez, quem manda é a falta da droga no organismo, ou seja, a dependência dela.

Assim o seu processo de uso evolui e, cada vez menos, ele terá condições para decidir parar de usar com essa falta de controle sobre si, vêm também outros agravantes. Ele começa a infligir valores, a cometer atos ilícitos para obter a substância, a agredir aqueles que o impedem de usar e assim, torna-se um perigo para si, para seus familiares e para a sociedade. Nesta condição a internação involuntária é indicada.

Atualmente a internação involuntária esta prevista na Lei 10.216, de 06 de abril de 2001. Somente pessoas de ligação consanguíneas podem solicitar a internação involuntária que também, nessas circunstâncias, pode ser necessário o uso de medicação para o transporte do paciente até a instituição indicada. Sendo necessária avaliação do médico nesses casos.

A família deve buscar todas as informações necessárias sobre o local em que será feita a internação involuntária, seguindo os mesmos questionamentos indicados para internação voluntária, porém com mais atenção às questões relativas à segurança para que o paciente não fuja, sobre os métodos de contenção, medicamentos, tempo em que se inicia o processo de motivação para o tratamento voluntário, como funciona o trabalho enquanto estiver em regime fechado. Para isso, é importante visitar o local, conversar com a equipe e pesquisar nos órgãos competentes as referências do local.

RESGATE DESCARACTERIZADO:

É a técnica onde os profissionais abordam o paciente sem seus uniformes de trabalho, com o veículo descaracterizado, com o objetivo de evitar reações agressivas e discrição do serviço.

Usando um pretexto de aproximação previamente combinado com familiares, amigos e ou profissionais envolvidas na operação.

Ocorre, em geral, quando o paciente está transtornado devido ao uso de drogas ou durante um surto psicótico, podendo colocar em risco sua vida ou a vida de terceiros.

Também, nessas circunstâncias, pode ser necessário o uso de medicação para o transporte do paciente até a instituição indicada.
 

Convênios

Visitantes

Desenvolvimento, Hospedagem e Manutenção por IBS Tecnologia Web .'.